Torneio do CAB
 
 
 
Liga Feminina: Quinta dos Lobos X CAB - dia 14/01/2018 às 18h00    Liga Masculina: CAB x Vitória Guimarães 13/01/2018 às 15h30    Horários da Formação: Poderá consultar os horários dos treinos da formação aqui    LIGA FEMININA: Algés X CAB dia 13/01/2018 às 15h00    
 
 
NOTÍCIAS
 

09/12/2014
«O IMPORTANTE É NÃO PARAR!»

Rita França - a mãe e a dirigente - em entrevista

Rita França é dirigente do CAB há cinco anos. A iniciar o seu segundo mandato, a Rita tem sido uma das principais dinamizadoras da acção social do clube e uma figura sempre presente na vida dos Amigos do Basquete. Além de dirigente, a Rita é mãe de duas atletas do CAB, nomeadamente a Cíntia (que integra a equipa Senior Feminina) e a Rita (que milita na Equipa Satélite).

Quer como dirigente, quer como mãe, a contribuição que a Rita tem feito para o crescimento do clube e para a sua missão desportiva e social é única e exemplar, sendo, também, uma verdadeira inspiração para os dirigentes e encarregados de educação da FAMÍLIA CAB.

Num raro momento de pausa no seu grande envolvimento no serviço ao clube, a Rita encontrou tempo para falar com o Site Oficial do CAB e responder a algumas perguntas. Aqui deixamos o registo da nossa conversa:

Na tua opinião, como é que está a correr a época, até agora?

Acho que está a correr dentro das espectativas, isto é, a nível das seniores femininas já ganhamos a Supertaça, um título importante para manter a equipa motivada para continuar a lutar por mais, pois, no CAB, é assim – taças nunca são demais! J

A equipa masculina, na minha opinião, ainda está a tentar encontrar-se, embora esteja a crescer a cada jogo que passa.

Relativamente á formação, (não falando dos minis, porque esses tem sempre competição), as nossas equipas (sub14 e sub16) deparam-se com a falta de competição regional, o que faz com que o trabalho realizado diariamente pelos treinadores tenha de ser muito bem feito para manter a motivação dos atletas.

Vais no teu segundo mandato como dirigente do clube. Qual tem sido o aspeto mais positivo de fazer parte da Direção do clube? E o maior desafio?

Fazer parte desta direção só por si é um grande desafio… Aspetos positivos, tem muitos, pois cada dia aprendemos algo de novo, há que pensar sempre no que vamos fazer a seguir, arranjar novas formas para criar fontes alternativas de rendimento, como também conhecer novas pessoas e outras realidades. E é muito gratificante fazer parte de uma direção de um clube tão grande como o CAB.

Estás muito ligada à acção social do clube. Achas que o CAB é hoje visto como mais do que uma casa de basquetebol?

Sem dúvida… Temos hoje muitas pessoas que frequentam o pavilhão e participam nas atividades do clube sem nunca assistirem aos jogos, falo por exemplo de alguma das pessoas que fazem as aulas de ginástica, as de zumba e também alguns 'clientes' assíduos dos almoços e jantares do famoso 'Chefe' Caldeira, como também aqueles que recorrem ao nosso espaço solidário.

Estás, também, muito ligada ao Clube de Pais. Na tua opinião, qual é a importância do Clube de Pais (CP) para a Missão do clube? 

Alguns dos objetivos, definidos aquando a criação do CP, que estão nos nossos estatutos, são, “ser um elo de ligação entre todos os pais e encarregados de educação... assim como impulsionar e dinamizar atividades em que os pais e encarregados de educação participem de forma activa... e... contribuir para a divulgação das atividades do CAB.”

Penso que, conseguimos de alguma maneira cumprir com estes objetivos iniciais.

Em termos sociais o Clube de Pais é o centro de quase toda a atividade do CAB, quer na participação em Feiras ou convívios, quer em outras atividades, como por exemplo a festa de Natal que anualmente realizamos no nosso pavilhão para uma escola, todas estas atividades, que além de funcionarem como momentos importantes de angariação de fundos, permitem ao clube ser um organismo cada vez mais aberto à sociedade.

Este Natal, o clube levará os atletas ao circo, e, no fim-do-ano, a 'Equipa CAB' vai tomar parte na São Silvestre, que são duas iniciativas que o clube nunca realizou antes. Como é que se consegue ter sempre novas ideias para dinamizar a vida do CAB?

Temos na direção pessoas de várias áreas de atividade, o que faz um excelente grupo de trabalho e um líder muito ousado, tudo isto leva a que qualquer boa ideia seja executável.

Entre almoços, convívios, feiras, visitas a escolas, ajuda aos mais necessitados e eventos solidários, o CAB está sempre muito ativo. Como é que se mantém esta dinâmica?

Bem… Devo dizer que por vezes falta-nos tempo para tantas atividades, e às vezes há coisas que ficam agendadas para outra ocasião, mas vamos escolhendo e avançando conforme as coisas vão surgindo…. Já aconteceu participarmos em uma feira até às 16h e às 17h estarmos no pavilhão na venda de bolos… Porque o importante é não parar, e, com boa vontade tudo se faz.

És mãe de duas atletas do clube, uma das quais é sénior. Costumas sofrer muito nos jogos em que as filhas participam?

Quem me conhece sabe que eu sou uma pessoa muito otimista e antes do jogo começar, tenho quase sempre a certeza que vamos ganhar J Eu 'sofro' se as minhas filhas 'sofrem'… Isto é, ao longo da partida vou tentendo 'ler' na cara delas o que lhes vai na alma e se estão tristes, aí eu também fico triste … Sou mãe galinha assumida J

É fácil conciliar o papel de mãe com o papel de dirigente?

Muito fácil, porque ser dirigente é um part-time e mãe é full-time… E há coisas que não se misturam. Se alguém pensa que a Cíntia ou a Rita por serem minhas filhas tem a vida facilitada a nível de basquete, então devo dizer que estão muito enganados, porque o que eu lhes costumo dizer é que 'se queres alguma coisa, trabalha e mostra que mereces, e, faças o que fizeres, tenta fazer bem feito' 

Incentivo-as sempre a darem o seu melhor e apoio-as nas decisões que tomam relativamente ao querer jogar ou não basquete, porque como eu lhes costumo dizer, basquete é desporto, mas escola é obrigatório J

Que mensagem gostarias de deixar à FAMÍLIA CAB?

Como se aproxima o Natal vou deixar aqui a minha mensagem de Natal para todos os nossos sócios, simpatizantes, colaboradores e todas as pessoas que lerem esta entrevista: Que, neste Natal, e em todos os dias do próximo ano, possamos repensar valores, ponderar sobre a vida e tudo que a cerca, que sejamos capazes de entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui e que temos 365 novas oportunidades para demonstra-lo. Feliz Natal e um novo ano cheio de amor, paz, amizade, humildade e sabedoria.

APRESENTAÇÃO DAS EQUIPAS DA FORMAÇÃO

Continuar...


 



Hino Oficial do Clube Amigos do Basquete

 

 

 
 
 
 
 
cab-madeira.com © 2018. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: www.mdxmedia.com